terça-feira, 29 de maio de 2012

Sonhos quem sabe um dia


Assim seria a casa de campo dos meus sonhos, eu com certeza moraria aqui. Eu já construí ela no meu pensamento e quando preciso meditar é pra cá que venho correndo. O ar  do campo e o perfume das flores, o barulho da água do riacho; Quanta coisa me faz bem aqui. Ouvir o silêncio da mata e o silêncio dentro de mim. Quando não posso ter o que quero busco o que é possível dentro da realidade que vivo e como o pensamento tem  força as coisas se tornam possíveis em mim.
 Amo as coisas simples da vida.....Simples assim.
Luciana Zanin.

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Quando a vida sorri





Nem tudo é preto e nem tudo é branco na vida. Se muitas vezes temos a impressão 

que o mundo e todas as misérias dele recaem sobre nós é por que não olhamos com mais objetividade para nosso interior ou os passos que deixamos para trás.

É próprio do ser humano, ou da maior parte dele, de revisitar a vida mais facilmente nos momentos dolorosos. Vamos, passo a passo, revendo isso mais aquilo, sempre somando as tristezas.

Parece que queremos nos convencer da nossa razão de tristeza existencial, provar a nós e aos outros o quanto somos privados da felicidade que cremos (mas só cremos!) destinada a alguns privilegiados. 


Há cada ano quatro estações distintas que nos mostram que a vida está sempre em movimento. Há cada dia variações de temperatura e de luminosidade que provam que a vida não é estática. E é assim conosco.

Depois das primeiras horas, primeiros dias e primeiros anos muito e muito aconteceu.

Por que então privilegiar os momentos onde a vida pareceu mais árdua, por que medir os rios de lágrimas que choramos e não os quilômetros de sorriso que demos? Mesmo se poucos (e o que é pouco na contagem de uma vida?), esses momentos existiram. Com certeza, existiram.

A vida sorri aqui e acolá. Sorri quando nasce uma criança, quando brota uma flor, quando as férias chegam, quando revemos alguém depois de longo tempo, quando nosso coração descobre a alegria de enxergar outro coração e assim por diante.

Não fugindo da realidade que nos cerca e que devemos enfrentar, é bom relembrar o que de bom e bonito nos aconteceu. Visitar mais vezes nos recantos da mémória o bem que nos fizeram, o dia mais marcante, os momentos que compartilhamos e as gargalhadas que demos.

Devemos acreditar que no muro que está diante de nós pelo menos uma janela vai se abrir, assim como se abriram as portas pelas quais atravessamos e que nos conduziram até o hoje.

Quando a vida nos sorri devemos tirar um retrato dela e colocar num grande quadro, bem visível no lugar que mais ficamos na nossa casa. E olhar pra ele mais vezes, mais intensa e mais profundamente.

Um momento de felicidade pode ser muito maior e compensar centenas de outros menos alegres. Se acreditamos nisso vivemos muito mais e muito mais serenamente.

Leticia Thompson

Abraços de Luz
Regina

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Santo Agostinho



"A esperança tem duas filhas lindas, a indignação e a coragem:
a indignação nos ensina a não aceitar as coisas como estão;

a coragem, a mudá-las..."

Santo Agostinho

Jogue fora suas batatas !!!

O professor pediu aos alunos que levassem uma bolsa cheia de batatas para a sala de aula em determinado dia. 
Em cada uma delas, ele pediu que fosse escrito o nome de pessoas de quem não gostassem, que lhes magoaram ou fizeram sofrer em algum momento da vida. Eles começaram a pensar e foram lembrando uma a uma... 
Algumas bolsas ficaram pesadas, com muitas batatas. Como os alunos tinham que carregar a sacola para todos os lugares, algumas batatas acabaram estragando e ficando com mau cheiro. 
Ao colocar toda a sua atenção na bolsa, os alunos deixavam de observar outras coisas que estavam a sua volta, inclusive a aula. 
O objetivo da atividade era mostrar o peso espiritual diário que a mágoa ocasiona.

Moral da história:
Ao se incomodar com os outros, a pessoa acaba se esquecendo de si mesma. 
Pense nisso e jogue fora as batatas!!


Autoria desconhecida

OBS: LUCIANA ZANIN:
PERDEMOS MUITO TEMPO NESSA VIDA NOS PEQUENOS MALES DA HUMANIDADE QUE TOMAM PROPORÇÕES GIGANTESCAS E NOS LEVAM A SENTIMENTOS NÃO BONS E NOS DESGASTAM O CORPO FÍSICO E O NOSSO PERISPÍRITO. 
NOS COMPROMETENDO A SAÚDE BIOLÓGICA E ESPIRITUAL E LEMBRANDO QUE TODA MÁGOA VAI PRO CORAÇÃO E NÃO FAZ NADA BEM PRA QUEM A CARREGA.

Parábolas de Vida - Um pedaço de pão

Como algumas coisas passam despercebidas em nossa vida! A necessidade de atenção, por exemplo. Há inúmeras pessoas carentes. Não apenas de bens materiais, mas carentes de carinho, de atenção, de alguém que pare para ouvi-Ias.
Outro dia ouvi esta história que me ensinou muito.
Era fim de tarde. Um sábado normal. Meu ami­go estava molhando o jardim da sua casa, quando viu um garoto parado junto à cerca, olhando com atenção. O homem aproximou-se do garoto para saber o que desejava.
- Tem um pedaço de pão velho? - perguntou. A maioria das pessoas se incomoda muito quando alguém pede alguma coisa, seja na porta de casa, seja na rua. De fato, nunca sabemos se quem está pe­dindo realmente necessita de ajuda. Mas nesse dia a reação de meu amigo foi diferente.
Talvez a idade lhe ensinou a agir com mais serenidade, ou talvez tenha se impressionado com a simplicidade do garoto que não falou nada além daquele "tem um pão velho?". De qualquer modo, o velho homem sentiu-se tocado e resolveu puxar assunto com o menino.
- Onde você mora? - começou.
Ouviu a resposta, um lugar bem longe, na pe­riferia. Conhecia o nome, mas jamais estivera por lá. Continuou:
- Você vai à escola?
- Não, minha mãe não pode comprar o material de que preciso - respondeu.
Assim a conversa prosseguiu. Comovido pela vida sofrida do garoto, meu amigo resolveu ajudar. Depois de alguns minutos de conversa, perguntou se ele gostaria de mais alguma coisa além do pão. Imediatamente o garoto respondeu:
- Não preciso, não! O senhor já me deu bastante: conversou comigo.


Para refletir
É impressionante como o sofrimento destrói os sonhos. Como a vida dura tira de uma ingênua criança seus direitos básicos, que são a alegria, a esperança, a saciedade, o carinho.
Muitas crianças estão na mesma situação de carência afetiva. Muitos adultos também, embora não queiram demonstrar isso. O mundo egocêntrico e individualista no qual vivemos conduz a isso. Não temos tempo para ouvir o irmão. Não temos tempo para demonstrar nosso carinho, para dar atenção às pessoas que conhecemos, muito menos às pessoas que vivem na rua ou que não fazem parte do nosso círculo.
Darlei Zanon In Parábolas de Virtude


Fonte:http://marciamensagem.blogspot.com.br

domingo, 20 de maio de 2012

Professores formadores de opiniões


Essa é em homenagem ao que acreditamos Leni Barrussi

Sou professora do Estado do Paraná e fiquei indignada com a reportagem da jornalista Roberta de Abreu Lima “Aula Cronometrada”. 
É com grande pesar que vejo quão distante estão seus argumentos sobre as causas do mau desempenho escolar com as VERDADEIRAS razões que  geram este panorama desalentador. Não há necessidade de cronômetros, nem de especialistas  para diagnosticar as falhas da educação. Há necessidade de todos os que pensam que: “os professores é que são incapazes de atrair a atenção de alunos repletos de estímulos e inseridos na era digital” entrem numa sala de aula e observem a realidade brasileira.
Que alunos são esses “repletos de estímulos” que muitas vezes não têm o que comer em suas casas quanto mais inseridos na era digital? Em que pais de famílias oriundas da pobreza  trabalham tanto que não têm como acompanhar os filhos  em suas atividades escolares, e pior em orientá-los para a vida? Isso sem falar nas famílias impregnadas pelas drogas e destruídas pela ignorância e violência, causas essas que infelizmente são trazidas para dentro da maioria das escolas brasileiras.
Está na hora dos professores se rebelarem contra as acusações que lhes são impostas. Problemas da sociedade deverão ser resolvidos pela sociedade e não somente pela escola. Não gosto de comparar épocas, mas quando penso na minha infância, onde pai e mãe, tios e avós estavam presentes e onde era inadmissível faltar com o respeito aos mais velhos, quanto mais aos professores, e não cumprir as obrigações fossem escolares ou simplesmente caseiras, faço comparações com os alunos de hoje “repletos de estímulos”. Estímulos de quê?  De passar o dia na rua, não fazer as tarefas, ficar em frente ao computador, alguns até altas horas da noite, (quando o têm), brincando no Orkut, ou, o que é ainda pior, envolvidos nas drogas. Sem disciplina seguem perdidos na vida.
Realmente, nada está bom.Porque o que essas crianças e jovens procuram é amor, atenção, orientação e disciplina.
Rememorando, o que tínhamos nós, os mais velhos,  há uns anos atrás de estímulos? Simplesmente: responsabilidade, esperança, alegria. Esperança que se estudássemos teríamos uma profissão, seríamos realizados na vida. Hoje os jovens constatam que se venderem drogas vão ganhar mais.
Para quê o estudo? Por que numa época com tantos estímulos não vemos olhos brilhantes nos jovens? Quem, dos mais velhos, não lembra a emoção de somente brincar com os amigos,  de ir aos piqueniques, subir em árvores?
E, nas aulas, havia respeito, amor pela Pátria.. Cantávamos o hino nacional diariamente, tínhamos aulas “chatas” só na lousa e sabíamos ler, escrever e fazer contas com fluência.
Se não soubéssemos não iríamos para a 5ª. Série. Precisávamos passar pelo terrível, mas eficiente, exame de admissão. E tínhamos motivação para isso.
Hoje, professores “incapazes” dão aulas na lousa, levam filmes, trabalham com tecnologia, trazem livros de literatura juvenil para leitura em sala-de-aula (o que às vezes resulta em uma revolução),  levam alunos à biblioteca e a outros locais educativos (benza, Deus, só os mais corajosos!) e, algumas escolas públicas onde a renda dos pais comporta, até a "passeios interessantes", planejados minuciosamente, como ir ao Beto Carrero.
E, mesmo, assim, a indisciplina está presente, nada está bom.
Além disso, esses mesmos professores “incapazes”, elaboram atividades escolares como provas, planejamentos, correções nos fins-de-semana, tudo sem remuneração;
Todos os profissionais têm direito a um intervalo que não é cronometrado quando estão cansados. Professores têm 10 minutos de intervalo, quando têm de escolher entre ir ao banheiro ou tomar às pressas o cafezinho. Todos os profissionais têm direito ao vale alimentação, professor tem que se sujeitar a um lanchinho, pago do próprio bolso, mesmo que trabalhe 40h semanais.
E a saúde? É a única profissão que conheço que embora apresente atestado médico tem que repor as aulas. Plano de saúde? Muito precário.
Há de se pensar, então, que  são bem remunerados... Mera ilusão! Por isso, cada vez vemos menos profissionais nessa área, só permanecem os que realmente gostam de ensinar, os que estão aposentando-se e estão perplexos com as mudanças havidas no ensino nos últimos tempos e os que aguardam uma chance de “cair fora”.Todos devem ter vocação para Madre Teresa de Calcutá, porque por mais que se esforcem em ministrar boas aulas, ainda ouvem alunos chamá-los de “vaca”,”puta”, “gordos “, “velhos” entre outras coisas.
Como isso é motivante..e temos ainda que ter forças para motivar. Mas, ainda não é tão grave.
Temos notícias, dia-a-dia,  até de agressões a professores por alunos. Futuramente, esses mesmos alunos, talvez agridam seus pais e familiares.
Lembro de um artigo lido, na revista Veja, de Cláudio de Moura Castro, que dizia que um país sucumbe quando o grau de incivilidade de seus cidadãos ultrapassa um certo limite.
E acho que esse grau já ultrapassou. Chega de passar alunos que não merecem. Assim, nunca vão saber porque devem estudar e comportar-se na sala de aula; se passam sem estudar mesmo, diante de tantas chances, e com indisciplina... E isso é um crime! Vão passando série após série, e não sabem escrever nem fazer contas simples. Depois a sociedade os exclui, porque não passa a mão na cabeça. Ela é cruel e eles já são adultos.
Por que os alunos do Japão estudam? Por que há cronômetros? Os professores são mais capacitados? Talvez, mas o mais importante é  porque há disciplina. E é isso que precisamos e não de cronômetros.
Lembrando: o professor estadual só percorre sua íngreme carreira mediante cursos, capacitações que são realizadas, preferencialmente aos sábados. Portanto, a grande maioria dos professores está constantemente estudando e aprimorando-se. Em vez de cronômetros, precisamos de carteiras escolares, livros, materiais,quadras-esportivas cobertas (um luxo para a grande maioria de nossas escolas), e de lousas, sim, em melhores condições e em maior quantidade..
Existem muitos colégios nesse Brasil afora que nem cadeiras possuem para os alunos se sentarem. E é essa a nossa realidade!  E, precisamos, também,urgentemente deeducação para que tudo que for fornecido ao aluno não seja destruído por ele mesmo
Em plena era digital, os professores ainda são obrigados a preencher os tais livros de chamada, à mão: sem erros, nem borrões  (ô, coisa arcaica!), e ainda assim se ouve falar em cronômetros. Francamente!!!
Passou da hora de todos abrirem os olhos  e fazerem algo para evitar uma calamidade no país, futuramente. Os professores não são culpados de uma sociedade incivilizada e de banditismo, e finalmente, se os professores  até agora  não responderam a todas as acusações de serem despreparados e  “incapazes” de prender a atenção do aluno com aulas motivadoras é porque não tiveram TEMPO.
Responder a essa reportagem custou-me metade do meu domingo, e duas turmas sem as provas corrigidas.
Vamos fazer uma corrente via internet, repasse a todos os seus! Grata
Vamos começar uma corrente nacional que pelo menos dê aos professores respaldo legal quando um aluno o xinga, o agride... chega de ECA que não resolve nada, chega de Conselho Tutelar que só vai a favor da criança e adolescente (capazes às vezes de matar, roubar e coisas piores), chega de salário baixo, todas as profissões e pessoas passam por professores, deve ser a carreira mais bem paga do país, afinal os deputados que ganham 67% de aumento tiveram professores, até mesmo os "alfabetizados funcionais".
Pelo amor de Deus somos uma classe com força!!! Somos politizados, somos cultos, não precisamos fechar escolas, fazer greves, vamos apresentar um projeto de Lei que nos ampare e valorize a profissão.Vanessa Storrer - professora da rede Municipal de Curitiba!
Mesmo quem  não atua como docente, um dia passou por uma escola e tornou-se o que você é hoje! COLABORE E ENVIE PARA SEUS AMIGOS(AS).

sábado, 19 de maio de 2012

Caminhante....


Sou apenas um caminhante 
Que perdeu o medo de se perder

Estou seguro que sou imperfeito
Podem me chamar de louco
Podem zombar das minhas ideias não importa!
O que importa é que sou um caminhante
que vende sonhos para passantes
Não tenho bussula nem agenda
Não tenho nada,Mas tenho tudo
Sou apenas um caminhante
À proucura de si mesmo.
(Augusto Cury)


Há pessoas....





"Há pessoas que nos fazem voar. A gente se encontra com elas e leva um bruta susto. Primeiro, porque o vento começa a soprar dentro da gente, e lá, de cantos escondidos de nossas montanhas e florestas internas, aves selvagens começam a bater asas, e a gente não sabia que tais entidades mágicas moravam dentro de nós, e elas nos surpreendem, e nós nos descobrimos mais selvagens, mais bonitos, mais leves, com uma vontade incrível de subir até as alturas, saltando, saltando de penhascos, pendurados numa asa-delta" . Rubem Alves

Auto Estima

                                                    AUTO ESTIMA

                                         Se um dia alguém fizer com que

se quebre a visão bonita que você
tem de si, com muita paciência
e amor reconstrua-a.

Assim como o artesão recupera a sua
peça mais valiosa que caiu no chão,
sem duvidar de que aquela é
a tarefa mais importante.
Você é a sua criação mais valiosa.

Não olhe para trás.
Não olhe para os lados.
                                         Olhe somente para dentro,
                                         para bem dentro de você e faça
                                        dali o seu lugar de descanso,
                                        conforto e recomposição.

                                       Crie este universo agradável para si.
                                       O mundo agradecerá o seu trabalho.

                                        (Brahma Kumaris)

Humildade: Cora Coralina.



Humildade

Senhor, fazei com que eu aceite
minha pobreza tal como sempre foi.

Que não sinta o que não tenho.
Não lamente o que podia ter
e se perdeu por caminhos errados
e nunca mais voltou.

Dai, Senhor, que minha humildade
seja como a chuva desejada
caindo mansa,
longa noite escura
numa terra sedenta
e num telhado velho.

Que eu possa agradecer a Vós,
minha cama estreita,
minhas coisinhas pobres,
minha casa de chão,
pedras e tábuas remontadas.
E ter sempre um feixe de lenha
debaixo do meu fogão de taipa,
e acender, eu mesma,
o fogo alegre da minha casa
na manhã de um novo dia que começa.”

Cora Coralina

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Dicas para levar no coração...

Dicas para levar no coração... 

Quando tomar uma decisão, comprometa-se com ela.
Mostre o respeito pelo seu propósito em todos os momentos.
Trabalhe para realizar os seus sonhos com toda força do seu coração.
Nenhum obstáculo resiste a uma pessoa determinada.
Crie paz nos seus relacionamentos.
Não viva para provar que você está certo, e o outro, errado.
Quem tem amor no coração não julga os outros, não deprecia o próximo.
Certo ou errado são somente formas de se olhar a mesma coisa por lados diferentes.
Simplifique a sua vida.
Tanto a felicidade como o sucesso são construídos sobre a simplicidade.
Amores complicados, chefes complicados, amigos complicados não são bons para a saúde.
As pessoas que valem a pena ter ao nosso lado são simples e suaves como um entardecer.

Roberto Shinyashiki
 http://passarinhosnotelhado.blogspot.com

terça-feira, 15 de maio de 2012

A PAZ QUE TRAGO EM MEU PEITO

                                     A PAZ QUE TRAGO EM MEU PEITO


A paz que trago hoje em meu peito é diferente da paz que eu sonhei um dia...
Quando se é jovem ou imaturo, imagina-se que ter paz é poder fazer o que se quer, repousar, ficar em silêncio e jamais enfrentar uma contradição ou uma decepção.
Todavia, o tempo vai nos mostrando que a paz é resultado do entendimento de algumas lições importantes que a vida nos oferece.
A paz está no dinamismo da vida, no trabalho, na esperança, na confiança, na fé...
Ter paz é ter a consciência tranqüila, é ter certeza de que se fez o melhor ou, pelo menos, tentou...
Ter paz é assumir responsabilidades e cumpri-las, é ter serenidade nos momentos mais difíceis da vida.
Ter paz é ter ouvidos que ouvem, olhos que vêem e boca que diz palavras que constroem.
Ter paz é ter um coração que ama...
Ter paz é brincar com as crianças, voar com os passarinhos, ouvir o riacho que desliza sobre as pedras e embala os ramos verdes que em suas água se espreguiçam...
Ter paz é não querer que os outros se modifiquem para nos agradar, é respeitar as opiniões contrárias, é esquecer as ofensas.
Ter paz é aprender com os próprios erros, é dizer não quando é não que se quer dizer...
Ter paz é ter coragem de chorar ou de sorrir quando se tem vontade...
É ter forças para voltar atrás, pedir perdão, refazer o caminho, agradecer...
Ter paz é admitir a própria imperfeição e reconhecer os medos, as fraquezas, as carências...
A paz que hoje trago em meu peito é a tranqüilidade de aceitar os outros como são, e a disposição para mudar as próprias imperfeições.
É a humildade para reconhecer que não sei tudo e aprender até com os insetos...
É a vontade de dividir o pouco que tenho e não me aprisionar ao que não possuo.
É melhorar o que está ao meu alcance, aceitar o que não pode ser mudado e ter lucidez para distinguir uma coisa da outra.
É admitir que nem sempre tenho razão e, mesmo que tenha, não brigar por ela.
A paz que hoje trago em meu peito é a confiança naquele que criou e governa o mundo...
A certeza da vida futura e a convicção de que receberei, das leis soberanas da vida, o que a elas tiver oferecido.

Às vezes, para manter a paz que hoje mora em teu peito, é preciso usar um poderoso aliado chamado silêncio.
Lembra-te de usar o silêncio quando ouvir palavras infelizes.
Quando alguém está irritado.
Quando a maledicência te procura.
Quando a ofensa te golpeia.
Quando alguém se encoleriza.
Quando a crítica te fere.
Quando escutas uma calúnia.
Quando a ignorância te acusa.
Quando o orgulho te humilha.
Quando a vaidade te provoca.
O silêncio é a gentileza do perdão que se cala e espera o tempo, por isso é uma poderosa ferramenta para construir e manter a paz.
Momento de Reflexao CHAMA VIOLETA -SAINT GERMAN 

domingo, 13 de maio de 2012

Caminhos para a efetivação dos direitos das pessoas com deficiência.


Bom dia e boa semana para todos.....


Que possamos ter uma semana muito linda e cheia de paz

Que  possa florir em nosso coração o amor, a caridade e o perdão.

Que possamos teimar em prosseguir cada vez que a vida disser não.

Que possamos nos  dedicar  a viver e não a desistir e parar no caminho.

Luciana Zanin

sábado, 12 de maio de 2012

Feliz dia das Mães

mãe do coração

mãe biológica
Rezo pelas duas e amo cada uma de uma maneira diferente, temos nossas diferenças mas também temos nossos sentimentos.

As imagens falam mais do que muitas palavras.... Feliz Dia das Mães.






Existem mães e mães...
Deus as fez todas com a mesma missão.
Pena que umas sabem ser e outras não.
Luciana Zanin

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Seu anjo sabe


                                                      Seu Anjo Sabe


Seu Anjo Sabe

Quando você está cansado e desencorajado
por esforços que não deram frutos
Seu Anjo sabe o quanto você tentou...

Quando você chorou por longo tempo
com o coração cheio de angústia
Ele contou suas lágrimas...

Se você sente que sua vida está perdida
e que muito tempo também se perdeu
Ele está confortando você...

Quando você está solitário
e seus amigos estão muito ocupados
para um simples telefonema
Ele acompanha você...

Quando você sente que já tentou de tudo
e não sabe por onde recomeçar
Ele tem a solução...

Quando nada mais faz sentido
e você se sente frustrado e deprimido
Ele tenta lhe mostrar respostas...

Se de repente
tudo lhe parece mais brilhante
e você percebe uma luz de esperança,
nesse momento
Ele soprou nos seus ouvidos...

Quando as coisas vão bem
e você tem muito para agradecer
Ele está festejando com você ...

Quando algo lhe traz muita alegria
e você se sente refortalecido
Ele está sorrindo para você...

Quando você tem um propósito a cumprir
e um sonho para seguir
Ele abre seus olhos e o chama pelo nome...

Lembre-se que onde você estiver
seja na tristeza ou na felicidade,
mesmo que ninguém mais saiba,
Seu Anjo sabe...

Silvia Schmidt

Pelo o quê você é responsável?


Sabemos que a nossa realidade é da nossa inteira responsabilidade.

O que está nela, como ela se revela, o que criamos e o que permitimos, toleramos e aceitamos, refletem como usamos a nossa energia na criação de cada etapa da nossa jornada de vida.
Mas expandimos a definição e o alcance da responsabilidade para incluirmos outro aspecto que torna uma luta e um fardo, ao ponto em que estamos dispostos a abrir mão do nosso poder, porque não podemos enfrentar a responsabilidade que achamos que o acompanha.
O aspecto que adicionamos à responsabilidade é a obrigação, e é um aspecto do paradigma do curador martirizado e um pesado fardo, de fato.

Quando confundimos a responsabilidade com a obrigação, acreditamos que somos solicitados a não somente vermos e sentirmos a energia, mas também termos que transformá-la.
E, até certo ponto, isto é verdade.
Estamos aqui para transformar a energia, mas é a nossa energia que precisamos transformar, não a dos outros.
Estamos aqui para nos fortalecermos e sermos um exemplo da luz de Deus.
A crença na obrigação nos inspira, literalmente, a assumirmos os pecados do mundo e a transformá-los em bênçãos.
E, então, a assumirmos as energias dos outros e abençoá-las, também.
Assumimos, então, a opinião de todos e tentamos nos tornar responsáveis por provar que estão errados.
E, em algum ponto, simplesmente paramos, porque é muito difícil e nos sentimos impotentes.

A responsabilidade tem a ver com a forma como interagimos com a energia, e temos duas opções, reagirmos ou respondermos.
Quando reagimos à energia, conectamo-nos em seu nível e então tentamos transformá-la a partir deste espaço.
É aí que vem a obrigação, porque quando sentimos uma energia com que não estamos confortáveis, sentimos a obrigação de mudarmos para algo com que possamos nos alinhar, ainda que não seja adequado, com que não estejamos confortáveis ou que não esteja em integridade conosco.
Assim, começamos a diminuir a nossa própria energia, pouco a pouco, até que tenhamos perdido a conexão com o nosso próprio poder.
É assim que então agimos como curadores martirizados, abandonando lentamente o nosso poder, para que possamos nos sentir como se estivéssemos fazendo progresso em nos conectarmos com a cura e com o mundo.
Quando respondemos à energia, permanecemos em nosso próprio nível de vibração energética, enquanto decidimos se queremos ou não fazer uma conexão com outras energias.
Não nos sentimos obrigados a fazer nada e sabemos que quando não agimos com o nosso desejo de transformar outros, eles têm uma escolha de se unirem a nós em nosso nível e se fortalecerem.
Os novos portais energéticos que estão se abrindo ao nosso redor podem nos fazer sentir uma obrigação de fazermos imensas mudanças em nós mesmos e nos outros.
Estão se sentindo oprimidos pelo que vêem como suas obrigações para mudar o mundo?
Há alguns aspectos do seu curador martirizado que estão transformando a sua responsabilidade em obrigação?
Esta é uma oportunidade para fazer uma pausa, encontrar o seu centro energético e resplandecer intensamente a sua luz, para que vocês respondam, ao invés de reagirem e assumirem a responsabilidade pelo que podem controlar: seu caminho de cura, sua conexão, seu poder e a sua jornada da ascensão.
Paz e Luz
Cecilia

Mensagem de Jennifer Hoffman
http://saintgermanchamavioleta.blogspot.com.br

Só Deus sabe do nosso sentimento coração......



Muitas vezes as pessoas são egocêntricas, ilógicas e insensatas; Perdoe-as assim mesmo.
Se você é gentil, as pessoas podem acusá-la de egoísta e interesseira; Seja gentil assim mesmo. Se você é uma vencedora, terá alguns falsos amigos e alguns inimigos verdadeiros Vença assim mesmo. Se você é honesta e franca, as pessoas podem enganá-la; Seja honesta e franca assim mesmo. O que você levou anos para construir, alguém pode destruir de uma hora pra outra; Construa assim mesmo. Se você tem paz e é feliz, as pessoas podem sentir inveja; Seja feliz assim mesmo. O bem que você faz hoje pode ser esquecido amanhã; Faça o bem assim mesmo. Dê ao mundo o melhor de você, mas isso pode nunca ser o bastante; Dê o melhor de você assim mesmo. Veja você que, no final das contas isto é entre você e Deus. Nunca foi entre você e as outras pessoas.
(texto atribuído a Madre Teresa de Calcutá).

terça-feira, 8 de maio de 2012

Simpósio: Formação Ética e Moral: Prevenção da Violência e Cultura de Paz


Simpósio: Formação Ética e Moral:
Prevenção da Violência e Cultura de Paz
São José do Rio Preto – 25 e 26/05/2012
ÚLTIMOS DIAS PARA INSCRIÇÕES, ACESSEM:
Release: Assédio moral, bullying e outras violências, preconceito, discriminação, intolerância, indisciplina, desacato, são problemas que emergem no cotidiano de instituições escolares e laborais. Tais problemas comprometem a saúde emocional, o desempenho e a qualidade das relações sociais. Muitas vezes, resultam em prejuízos irreparáveis para estudantes e profissionais, bem como para famílias e instituições que se vêem envoltas em processos e indenizações. Como identificar e encaminhar tais situações? Como intervir e prevenir as ocorrências? Como promover a cultura de paz e tornar o ambiente institucional mais acolhedor, dinâmico e produtivo?  
Cinara Garcia dos Reis - Secretaria Executiva
Org.Con - Organização de Eventos e Turismo
Fones: 17 3014-6912 / 17 9623-6303

EU


RecadosOnline

Ziraldo/Comênio/Rubem/Pacheco/Pestalozzi

Ziraldo/Comênio/Rubem/Pacheco/Pestalozzi

Skinner

Skinner
Comportamental ♥

Aaron Beck, psiquiatra e preconizador da Terapia Cognitiva

Aaron Beck, psiquiatra e preconizador da Terapia Cognitiva

Psicanálise ♥

Psicanálise ♥
Sigmund Freud

Só uma professora muito maluquinha sabe ver em toda situação uma oportunidade.

Só uma professora muito maluquinha sabe ver em toda situação uma oportunidade.

Primeira Infância...♥

Primeira Infância...♥

A mediação do professor deve respeitar o tempo da criança...♥

A mediação do professor deve respeitar o tempo da criança...♥

Escola da Ponte

"Será indispensável alterar a organização das escolas, interrogar práticas educativas dominantes. É urgente interferir humanamente no íntimo das comunidades humanas, questionar convicções e, fraternalmente, incomodar os acomodados", afirma José Pacheco.

SIMPLES ASSIM....

SIMPLES ASSIM....

Amo Psicologia

Eu sigo

Agenda dos blogs

contador visitas blog

IMPORTANTE:

Todas imagens aqui postadas e várias mensagens são de autoria de outros blogs que sigo e de alguns lugares da internet. Algumas mensagens são de minha autoria. O meu ideal é a divulgação de assuntos, textos, artigos, mensagens, imagens ou seja tudo, que possa ajudar a elevar nossa energia e que nos faça sentir melhor, buscando a força em nosso Pai Maior e seus anjos. Se eu ofender a alguém com algum post sem ter dado o devido crédito peço perdão e por favor me comuniquem. (luedimar21@gmail.com)
Obrigada queridos (as) irmãos e irmãs.

Mostrou o amor e o perdão

Mostrou o amor e o perdão
Caridade da doação

Prece de Cáritas

Prece de Cáritas
Deus nosso Pai, que sois todo Poder e Bondade,dai força aquele que passa pela provação, dai a luz aquele que procura a verdade, pondo no coração do homem a compaixão e a caridade.Deus dai ao viajor a estrela guia, ao aflito a consolação, ao doente o repouso.Pai, dai ao culpado o arrependimento, ao Espírito Verdade, a criança o guia, ao órfão o pai.Senhor que a vossa bondade se estenda sobre tudo que criaste, piedade senhor para aqueles que não os conhecem e esperança para aqueles que sofrem. Que a vossa bondade permita aos Espíritos consoladores derramarem por toda parte a paz,a esperança e a fé. Deus, um raio uma faísca do vosso amor pode abrasar a Terra,deixa-nos beber nas fontes dessa bondade fecunda e infinita, e todas as lágrimas secarão, todas as dores se acalmarão.Um só coração, um só pensamento subirá até vós,como um grito de reconhecimento e de amor.Como Moisés sobre a montanha, nós vos esperamos com os braços abertos, oh! bondade oh! beleza oh! perfeição, e queremos de alguma sorte merecer a vossa misericórdia. Deus dai-nos a força de ajudar o progresso a fim de subirmos até vós, dai-nos a caridade pura, dai-nos a fé e a razão, dai-nos a simplicidade que fara´das nossas almas o espelho onde se refletirá a vossa imagem. Que assim seja!